domingo, 15 de abril de 2018

Uma rosa é uma rosa é uma rosa - English Rose EDT - Yardley London

Mas se tem coisa boa nesse mundo é cheirinho de rosas. Amo em todas as versões, da empoada antiguinha, à doce quase fruta, mas a melhor das melhores sensações é a da rosa fresca, orvalhada e 'crunchy', a rosa debutante, rosa clarinha. O Esta Flor Rosa da Natura estava no meu pódio até pouco tempo, além da água da Avatim e da English Rose da Mahogany (que me agradava mais o aromatizador de ambientes e o sabonete do que o perfume propriamente dito). Aí pesquisando muito, vi que o English Rose da Yardley London era tido como um dos mais fieis ao estilo da rosa fresca recém cortada. Mais que Chloe EDP e Make me Fever Gold (esse último um dupe nacional da melhor qualidade). Eis que acho o bonito de 125 ml por US$ 14,00 em Ciudad del Este. Com direito a talquinho combinando e tudo. Mas é claro que eu arrematei né? E como fiquei feliz!
Que cheiro de jardim, dos livros da Jane Austen, de chá das cinco. Um mimo de frasco, de cor e de espírito, uma auto-indulgência baratíssima, felicidade engarrafada. 
É um floral de corpo e espírito, sem fruta, sem açúcar. Muita seiva, algo verde e cristalino, adstringente, sem qualquer meandro ao caminho da flor. Aquele aroma exato de aproximar o rosto de uma rosa cor-de-rosa ou champagne, clara, ausente de mistérios e com inocência de sobra. Mas engana-se quem acha que é uma fragrância fácil, ela tem um leve ardor, algo amarguinho, que não facilita o trajeto - afinal, rosas têm espinhos - e essas arestas podem ser incômodas para alguns. 
Para quem gosta de amanheceres etéreos e orvalhados, e não se importa em umedecer a barra do vestido, English Rose é um Eau de Toilette da melhor estirpe, com fixação e projeção excelentes para essa proposta!



Nenhum comentário:

Postar um comentário