Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2016

Closing time - Close de GAP EDT - Resenha

Imagem
Que lindeza! Perto. Fique perto, assim, pertinho, de conchinha. Perto como nenhum aplicativo é capaz de deixar, como nenhum facetime permite. Perto.  'Closing time, open all the doors' - Close tem cheirinho de creme aveludado pós banho, com um toque de pele morna, quase salgado. Tem cheiro de camiseta do(a) amado(a).  Levemente amendoado e cremoso, mas ao mesmo tempo limpo e almiscarado. Aquático, floral - pode isso? Uma sinfonia baixinha, intimista, bem equilibrada e nada monótona. Uma gota translúcida escorrendo na pele. Perto, muito perto. 
'I know who I want to take me home.' Levá-lo para casa é fácil, uma borrifadinha e a paixão acontece, como o olhar que se cruza no inusitado, na fila do cinema, no(a) colega de aula novato(a). E não haverá arrependimentos, apenas momentos de ternura e proximidade. Quase cândido, mas tão humano.
 Duração de 6 horas, o que para EDT é considerável, mas sempre de pertinho. Querer rastro nessas circunstâncias seria absoluta tolice, para…

Sussuros e arrepios - Untold EDP de Elizabeth Arden - Resenha

Imagem
Belo e elegante, embora não tanto criativo. É uma construção boa - como Beth sabe fazer - e é muito fácil de agradar. É sussurro, segredo, algo velado, mas não necessariamente misterioso. Untold é curinga, vale a pena ter no armário - e em tempos de crise ele tem um preço bem amigo. Abre com um jasmim amplo, abacaxi e cítricos adocicados. Caminha entre sumo de frutas vermelhas sour, e tem em seu coração peras maduras e flores brancas untuosas, com cremosidade. Fundo morninho, com patchouli e notas ambarinas. Tem uma pontinha do aroma caloroso, algo de protetor solar, meio cosmético, no meio desse doce floral/frutal, que impede a monotonia. 
Imagem: elizabetharden.com

O frasco é muito bonito, elegante e romântico, um coração de cristal facetado. Boa proposta para mulheres jovens e modernas, mas que guardam uma faceta romântica em sua personalidade. Já o tenho há três anos, e ainda não havia falado dele, veja só! Duração de cerca de 5/6 horas, projeção controlada e de presença agradável.

Sofisticada simplicidade - Lavanda e Algodão de Mahogany - Resenha

Imagem
Este é um dos meus perfumes conforto. Meu e só meu. Não é para deixar rastro, é bem egoistinha da minha parte: quero essa ternura empoada só para mim, aqui pertinho...  É curiosa a tendência do conceito olfativo do algodão. A linha Natura Tododia tem uma proposta assim, GAP tem seu Washed Cotton #784, Korres Pure Cotton, Mary Kay Simply Cotton... Alguns vão pelo caminho da roupa lavada, mais ou menos almiscarado, outros para a fofura e a secura, como a impressão do algodão em tufos, branco e fofinho. Lavanda e Algodão da Mahogany segue uma trilha levemente diferente e, para mim, mais interessante. Pega a secura do campo de algodão - como aquelas infindáveis 'plantations' sulistas americanas - e a secura da lavanda colhida, perdendo a cor aos poucos. É mais empoado, sem aquela lavanda adstringente picante, é morninha, atalcada.  Absolutamente compartilhável, pegue e use, sem rótulos de gênero específico para o cheiro bom. Sândalo, madeira que traz calor, vetiver em palha e o almí…