terça-feira, 14 de junho de 2016

Take a chance on me! - Chance de Chanel EDP - Resenha

"If you change your mind, I'm first in line" - resenha na pegada do clássico do ABBA (adoro, me julguem!), da época dos casacos de pele, macacões de jersey e sandálias plataformas. Uma fragrância jovem, mas vintage - tem como? Chanel Chance na versão EDP tem flores brancas, um atalcado 'push', frutal sour. Como uma noite disco dos late 70's, é diversão para jovens adultas. Um almiscarado fora do óbvio, pontilhado por polvorosa pimenta e baunilha em fava, que ganha curvas, calor e vivacidade com patchouli. Me lembrou a Sydney, personagem de Amy Adams do divertido filme Trapaça, e seus figurinos, cabelos volumosos, elegantes e na moda. 

Imagem: http://lavestuarista.com.br/


Chance tem tino comercial, tem público alvo bem direcionado e proposta estética esperta. 


Imagem: chanel.com/pt_BR


"Honey I'm still free, take a chance on me" - Se joga na pista, baby!

segunda-feira, 13 de junho de 2016

Na luz âmbar da tarde - L'Instant de Guerlain EDP - Resenha

A hora do ocaso, em que o céu se tinge de tons cálidos, alaranjados, ambarinos. O momento de parar e contabilizar o saldo do dia, entre ganhos, perdas, estafa, encontros e desencontros. A hora de livrar-se de roupas e sapatos incômodos, meias-calças e camisas que amarrotam. A hora de ser você, absorta em pensamentos, desacelerando com a tarde que cai. 
No inverno a luz é âmbar. Diferentemente do verão e seus pores do sol sanguíneos, rapsódia de nuvens róseas e violáceas, o crepúsculo invernal é mais rápido, mais dourado. O vento gelado leva embora todo traço de nuvem, e, sólido, o céu cintila os primeiros pontos de estrelas frias. 
Hora de aninhar-se em manta de cashmere, de saborear amêndoas à beira da lareira, aquecer-se com chá adoçado com especiarias e mel. Instante mágico e íntimo, um pequeno agrado para se presentear. 
L'Instant é dessas obras com todo o DNA Guerlain: bela, bem feita, completa. Um oriental morno, almiscarado, aquecido por amêndoas, mel e benjoim. O toque empoado do inconfundível 'guerlinade', que traz conforto e dosa o dulçor com maestria, deixando-o rente à pele. Abre em alguma fruta madura, mas suave - na pirâmide olfativa consta maçã. Maçãs vermelhas lustras e graúdas, daquelas que ao bater na casca fazem um som oco e abafado, meio granulosas, sem nada de acidez. Um corpo de flores brancas melífluas, suaves e amanteigadas. É um elixir de conforto para dias frios, deleite egoísta, que aparece suavemente em um abraço ou um movimento, para ser compartilhado apenas com quem o merece.
Duração longa - cerca de 9 horas, projeção comedida e rente à pele. Perfuma roupas, casacos e echarpes de maneira encantadora, sendo perfeito para dias frios. 

Imagem: guerlain.com