quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

This never happened - Encounter de Calvin Klein - Resenha

This never happened. It will shock you how much it never happened. (Donald Draper)

Vamos falar de perfume masculino, porque a demanda por uma resenha que não fosse exclusivamente feminina tem crescido... E vamos falar de um bonitão. Vamos falar de um perfume que de cara me remete ao Don Draper, àquele clima de Mad Men. Pega a pipoca e dá play (imagina a musiquinha):



- Don sai de casa pela manhã, limpo e imaculado, bem alinhado, barba muito bem feita, cabelos sem um fio fora do lugar. Cheirando a loção pós-barba e pasta de dentes. Pega o fedora, o trench coat e vai à estação. Betty, coitada, nem imagina as milhares de coisas que acontecem no dia do marido, na verdade nem sabe quem é o marido. Encounter é misterioso, é frio... não tem carinho: é bonito, passa uma ótima impressão, paga todas as suas contas, mas tem arestas, é gelado. Não chama para o contato.
- Chegando no escritório, para começar bem o dia, uma dose de conhaque. Encounter é alcoólico, boozy. Não é o alcoólico-baladinha, é o copo de old scotch para tomar sozinho, no escritório ou no balcão do bar, pensativo. Tem algo de rum ou gim, transparente, sem malte, a bebida alcoólica pura mesmo. Isso é intrigante, porque na maioria dos perfumes masculinos essa nota é trabalhada num aspecto levemente adoçado, como Guerlain Homme ou Bvlgari Men In Black. Aqui é destilado e cortante, desce rascante pelas narinas, como um gole de conhaque puro. E conhaque logo esquenta, não é?
- O almoço será estrategicamente planejado para conquistar um cliente. Nos almoços de negócios a comida é sempre coadjuvante, na verdade a conversa e a conquista valem apenas à persuasão e ao convencimento. Encounter leva pimenta seca, que o revela crepitante e rochoso, não tem nada de gustativo, é uma sensação de pedra molhada pelo gim, e só.
- À tarde, um encontro com a amante, disfarçado de reunião de negócios ou visita a cliente. É no meio da evolução que aparece uma face muito, mas muito leve de floral - seria jasmim branco? Como se a bela da tarde deixasse um restinho de seu próprio perfume no colarinho, no abraço demorado. Pouco - o suficiente para intrigar a linda e inocente esposa em casa, quando for lavar aquela camisa...
- O fim da tarde pede um happy hour. Quem disse que a faceta alcoólica foi embora? Ela ainda está ali. Uma dança de fumaça de cigarrilha, a fumaça esbranquiçada e fina, aromatizada, graças ao oud final. O amadeirado que segurou-se alinhado até o entardecer, que não ficou descomposto, não tem ressaca e não demanda um copo com Alka-Seltzer. Nenhum fio de cabelo saiu do lugar. Chove lá fora, e é preciso voltar.
- No trem, a volta para casa, contemplando os pingos escorrendo pela janela, o céu azul escuro e acinzentado como o belo frasco, quadrado e perfeito. O final é chuvoso, garoa fina gelando o rosto, uma ponta remorso que some tão rápido quanto surgiu. O amadeirado umedecido pelos pingos de chuva.
- Com o mesmo silêncio que saiu pela manhã, chega em casa. A esposa o espera, jantar pronto, banho preparado. Tudo está onde e como deveria estar. Encounter jamais entregaria seus segredos...

Imagem: calvinklein.com



O amor é algo que caras como eu inventaram para vender meias-calças...

4 comentários:

  1. Resenha maravilhosa! Nunca tinha dado atenção a esse perfume, mas agora fiquei tentado, rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dê um dia de atenção à evolução do Encounter... é uma bela proposta, com um frio e mistério muito elegante.
      Obrigada pela visita!

      Excluir
  2. Aeeeh! \o/

    muito bom pri!

    confesso que nao curto muito esse Calvin acho que nao "da liga" com minha persona (é frio... não tem carinho) mas vc transcreveu precisamente o encounter.

    engraçado que na primeira vez que testei achei que ia gostar muito devido as notas alcoílicas, mas é bem como vc disse "desce rasgando" hahaha. Dai não deu, acho que ainda estou na vibe "alcoólico-baladinha" rs


    ps. Men In Black (M.I.B \o/) esse sim merecia uma resenha heun ;]


    ResponderExcluir
  3. Tem beleza, mas não tem amor, o que o torna mais difícil... Mas gosto dessa proposta diferente!
    MIB tá na lista, vou atrás para conhecer e dizer o que me parece. Gracias pela sugestão!

    ResponderExcluir