terça-feira, 16 de setembro de 2014

Como assim, perfume de salada?


Quando se fala em notas perfumadas pensamos sempre em flores, especiarias, favas e madeiras, não é mesmo? Mas, e quando um elemento típico da salada se torna perfume?
Fiquei curiosa com esse assunto, quando senti um cheiro refrescante, “crocante” e geladinho no DKNY Be Delicious. “O que será isso?” pensei eu... Era uma nota inusitada: pepino japonês! Realmente, é um cheirinho muito refrescante – aquele truque de colocar pepinos cortados sobre os olhos para tirar as olheiras tem utilidade desde o tempo da sua avó, acredite. E lá fui eu atrás de pesquisar quais as saladinhas que entram nas composições perfumadas – e tive algumas surpresas:

Imagem: www.facialbook.com

Pepino
Refrescante e crocante, que assim como a melancia, pode ser considerado o quarto estado físico da água. A nota de pepino pode ser encontrada em fragrâncias fresh, com a cara do verão, para dar um vigor geladinho. Fica pronunciada no DKNY Be Delicious e quase todos os seus flankers, no Polo Blue, no Ralph, de Ralph Lauren e no Davidoff Cool Water feminino.

Chicória
A chicória exala um frescor incrível, só de se aproximar da horta já é possível sentir. É o cheiro mais de “salada” que conheço, folha verde e viçosa. A água de chicória é revigorante, recende mato úmido, raiz encharcada – os indígenas do sul adoram esse banho! O incônico Tsar da Van Cleef and Arpels tem entre as notas de topo a chicória bem marcante, assim como o Azzaro Chrome.

Salsão
Eu conheço o salsão por aipo, e o adoro cortado, crocante sobre a salada. É levemente salgado e vigoroso, de um aspecto ardido, deixando a as fragrâncias masculinas herbais ainda mais interessantes. Sinto bem marcante no Dior Homme Sport e no Romance for Men, de Ralph Lauren.

Pimentão
O pimentão é picante e levemente adocicado, que empresta sua cor e formato para vários pratos apetitosos. É usado para dar aquela nota de topo um pouco agressiva, de tempero fresco, sem a secura das especiarias ou da amplitude do fougère, dando o tom para as notas de corpo mais geladas. Tem pimentão no L'Eau par Kenzo pour Homme EDP e um pouquinho no Guerlain Homme.

Tomate
A fruta nativa da América, que a Europa inteira caiu de amores, também encontrou lugar na perfumaria – tem uma acidez curiosa, que borbulha no nariz - e um aroma sumarento, quase agridoce. O tomate está curiosamente no Passion de Annick Goutal, Un Jardin sul le Nil da Hermès e no mais tomate de todos: Les Belles de Ricci Liberty Fizz, da Nina Ricci, cheio daquela irreverência anos 90, de ser cool sem fazer esforço, com tomate em fruta, tomate em suco e muita melancia. 

Imagem: www.wallpaperscraft.com


O mais curioso: apesar de serem elementos “comestíveis”, essas notas passam longe de fragrâncias consideradas gourmand. Será que o gourmand seria algo restrito ao que é apetitoso, como a sobremesa, e a salada ainda permanece na categoria de 'comida-castigo'? (Coma toda sua salada, ou nada de sobremesa, viu?!) Eu adoro esse efeito fresh, já estou pensando com carinho nos que vão me acompanhar no verão que se aproxima...

E você, já escolheu o seu “perfume de salada”?

 Imagem: www.shutterstock.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário