sexta-feira, 18 de julho de 2014

Hot n' cold! - Ange ou Démon de Givenchy - Resenha

Meu carinho por esse perfume é de longa data, quase dez anos, para ser mais precisa... Lembro da euforia toda na espera do lançamento da Givenchy, na empresa de comércio exterior em que trabalhava, acompanhar o carregamento em cada escala, e, quando chegou, conferir caixa por caixa, se estavam todos intactos. Ali haviam também 4 testers, e quando o cliente chegou para buscar a carga, perguntou se queríamos um... Eu e minha colega não pensamos duas vezes: mas é claro que sim! Tiramos par ou ímpar para saber quem levaria aquele frasco em degradê, mas não tive sorte - ficou para ela!

Imagem: www.givenchyconversations.com


Quando ela borrifou um pouco no braço, achou estranho: esse perfume tem cheiro de Gelol? Rimos muito, e testei em mim para ver como aquela novidade se comportava. Realmente canforado, mas ao mesmo tempo explodindo em flores brancas. Uma hora depois um incenso resinoso que perdura por horas. Chegamos a uma conclusão: para ela, seria o demônio que amansa e vira anjo, o quente que esfria. Para mim, o oposto, um anjo glacial que vai esquentando até beirar a brasa acesa. 
A única coisa que não é possível diante do Ange ou Démon é indiferença - pode ser que a pessoa diga: 'Detestei, estou com enxaqueca e tchau! Nunca mais quero sentir!!' Mas alguma coisa vai sentir: paixão ou raiva! 
No meu caso, paixão duradoura e declarada! 
Duração longa, de 9 a 10 horas, e projeção de moderada a intensa - então cuidado ao aplicar!

Uma Thurman, o rosto escolhido pela Givenchy para Ange ou Démon (Escolha pra lá de acertada, não?)
Imagem: www.givenchyconversations.com

6 comentários:

  1. Tenho, com Ange ou Démon, as mesmas impressões que me traz Dior Addict e Jasmim Noir. São perfeitos e eternos para mim!
    Lembram-me a alegria da noite. Têm cheiro de jasmim escuro, opulento...
    Adorei o post!
    Também postei sobre essa pérola: http://odorataparfuns.blogspot.com.br/2012/04/ange-ou-demon.html
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em tempos de gourmands, esse floral é "pé na porta", não é Cris? Ele tem muito da pegada do Jasmim Noir mesmo... bem lembrado! Beijos! (Obrigada pela visita, venha sempre!)

      Excluir
  2. Texto fluido delicioso de ser lido, Priscila. Anjo glacial e distante que à medida em que amadurece torna-se cálido e sedutor. Compartilho dessa sensação que os cheiros do AoD provocam. Abraços perfumados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Dâmaris!!! Eu sou suspeita, porque amo esse contraste interessante do AoD, acho que ele tem a cara da Givenchy! O canforado me lembra um pouco o do Xeryus Rouge (outra obra-prima!), não acha?
      Beijos e mais beijos!

      Excluir
  3. Tem de fato saída geladinha e canforada, como o Perles da Lalique. Mas enquanto o Perles gela cada vez mais, o Ange vai aquecendo, derretendo a indiferença gelada do anjo andrógino. Torna-se súcubus tentadora!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Andrógino... Excelente definição, Diana! Para você também se comporta como "o frio que esquenta"? Essa combinação intrigante é sensual demais, instigante!

      Excluir