quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Entrada, Prato Principal e Sobremesa - Womanity de Thierry Mugler (Resenha)

Imagine-se num restaurante do Soho (Nova-iorquino ou londrino, fica a seu critério). Você está com fome, louca para provar novidades. O maître até oferece a carta da casa, mas como quer ser surpreendida, dispensa todo o mainstream metido a gourmand... a pedida são os novos sabores. De entrada, blinis com caviar au fleur du sel. A salada servida é de pepino agridoce com folhas de figo. Prato principal? Seria uma bela massa às ervas finas? Talvez, depende de seu paladar (ou sua pele). Mas como o melhor sempre vem no final, vamos à sobremesa... figos! Maduros e suculentos, dulcíssimos. Com sua polpa púrpura e infinitas sementinhas, deixa seu sabor por horas, e certamente deixa satisfeita. Womanity é uma refeição completa, um perfume nada óbvio ou comum, e não é qualquer uma que encara. É mascarado, e, a fim de preservar amizades, não é recomendado para presentear. Caso queira aceitar o desafio, teste antes - no mínimo duas vezes. Se o seu paladar é curioso e apurado, certamente achará um companheiro cosmopolita para dividir bons momentos.  Womanity é exótico, para cativar mulheres abertas às novas possibilidades do mundo.



Nenhum comentário:

Postar um comentário