terça-feira, 19 de novembro de 2013

Abraço de mãe - Noa de Cacharel (Resenha)

Confortável, essa é a melhor definição para o Noa. Até o frasco, confortável para pegar, quase uma fruta madura. Tem cheirinho maternal, de retorno às origens. Um pulôver de mohair, banho morninho, abraço de saudade... é o que o Noa representa. Almíscar branco, que é elegante e pertinente como um bom conselho, coentro e pimenta em grão, tempero na medida certa, sândalo e um toque leve de incenso, de casa preparada para o aconchego. Musk, grama cortada, frésia e peônia, um jardim bem cuidado e florido na primavera. Noa não enjoa, não causa, apenas desperta o instinto a um abraço. Convive bem no trabalho, é feminino e polido. Apesar da descrição ser bastante invernal, ele é meu eleito de verão, perfeito para não economizar borrifadas. Há quem sinta a ameixa proeminente, ou o café. Na minha alquimia pessoal, o café é longínquo, cheirinho de café passando esperando visita querida. Até o frasco é delicado, uma dançante pérola na redoma transparente. Fixação mediana e projeção suave.
                                                       Imagem: styleclub.in

Nenhum comentário:

Postar um comentário